quinta-feira

Benjamim – pássaro selvagem

Benjamim é um beija-flor, um pássaro selvagem, um pinga-amor.
Ele não sabe, mas partilha de uma maldição, comum a variadas maldições, que não o deixa parar em ramo verde. Desconfia, apenas, de algo trágico e eminente, pululando em seu redor, nos sons melodiosos de uma flauta. E essa música deixa-o receoso. Todavia, não se atreve a criar coragem para escutar com atenção a voz do vento. Desse modo, fica sem perceber bem de onde sopra o toque e o que quererá dizer essa ode.
Por um lado, uma verdade portátil borbulha no seu cérebro de pardal de telhado; por outro, uma simplicidade volúvel fervilha no seu bico carregado de néctar e pólen de flores - vitualhas imprescindíveis à sua sobrevivência.
Ainda assim, a sua natural rebeldia, aliada à desconfiança de que algo não estará bem, levam-no a tomar providências no sentido de tecer um ninho seguro, que o proteja de contratempos. Mas, apesar de tudo, continua firme na decisão de que será sempre um pássaro selvagem.


Texto do 12.º Jogo das 12 Palavras

12 comentários:

Pena disse...

Brilhante Amiga:
VOCÊ comporta um Mundo admirável.
A sua prosa/poética parece que se encontra falando com Deus...
Majistral, linda e de uma genialidade soberba.
O seu extraordinários sentir expressa uma beleza imensa indefinível e ímpar de um ser fabuloso e fantástico.
É Linda, sabia?...De se ver...de observar atentamente numa Alma gigantesca que é a sua. Inacreditável por ser imensa...sabe, "Imensa"...?
Simplesmente, sublime!

Beijinhos de apreço e muito respeito pelo que concebe com magia pura.
MUITO OBRIGADO pela atenção dedicada e expressa no meu blog que adorei.
Sempre a admirar o que faz...

pena

Bem-Haja, amiga!

Isabel José António disse...

Querida Amiga Fa menor,

Bonito texto sobre o que é NATURAL, neste caso deste pássaro.

Deveríamos ser todos fieis à nossa natureza. Mas para isso teríamos de nos apetrechar na mente e no coração com a sabedoria universal...

Um grande abraço e parabéns

José António

VFS disse...

Olá Fa!

Este seu texto é, na minha opinião, umas das melhores participações do jogo.

um beijo
Vicente

vida de vidro disse...

E o que para aí há de Benjamins... :)) Muito boa, a tua participação. Infelizmente, desta vez foi-me de todo impossível escrever algo de jeito. Falta de tempo é assim! **

silvino disse...

senti-me fotografado

Justine disse...

Muito bem resolvido, como é teu costume:))

jo ra tone disse...

Muito bonito este texto.
Interessante perfil
do Benjamim - livre- selvagem
Parabéns
Beijinho

Å®t Øf £övë disse...

Acho que todos nós deveriamos ter cuidado e não colocarmos o pé ramo verde. É sempre bom ser-se um pouco desconfiado.
Bjs.

*Lisa_B* disse...

Lindo mais uma vez...maravilhosa escrita.
Adoro amiga.
Parabéns.
beijinhos

Jorge P.G disse...

10 linhas de poesia e de fantasia pura e doce.
Gostei deste Benjamim selvagem e livre.

Um abraço.

Secreta disse...

Um passaro livre, portanto.

Elipse disse...

Variações em Fá Menor... com selo de maioridade.