quarta-feira

A Casa dos Ratos 5


Elas chegaram, alegres e cheias de graça. Distraiu-se, o gatarrão, dos afazeres a que se tinha apostado. Vigiar os ratinhos cansava, e agora aquela música era-lhe familiar e querida, embora os seus ouvidos, treinados, não a ouvissem há muito. Ali estavam, naquela parte dos seus sonhos, as melodias de que mais gostava – os belos trinados das andorinhas. Tinha-lhes sentido a falta durante o Inverno, muito embora os ratinhos lhe tivessem vindo aplacar um pouco o vazio dessa perda. Só um pouco mesmo, porque ainda não lhes conseguira deitar as garras, o que o andava a deixar ansioso. 

Agora ali estavam elas a gozar o sol, encavalitadas nos fios telefónicos que sobrevoavam o pátio até à parede da casa. Trepou avidamente o poste de suporte da alpendorada até ao telhado, para as fitar mais de perto. Eram duas, e as canções que cantavam enfeitiçaram-no como cantos de sereias. Ah, maviosos tons! Que maravilhosa cor e aroma delicioso que o sol lhe vinha trazer! Bendito sol, bendito céu azul onde moravam os seus sonhos. Um dia ainda haveria de voar como elas…


12 comentários:

Benó disse...

Ainda não vi nenhuma por aqui. Mas através do que escreveste, vi duas pousadas no fio, talvez a pensar onde iriam fazer o ninho.

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Quando vejo uma sequência...vou lá no primeiro e venho lendo. Assim fiz, e gostei do li.
Vou voltar e ver mais.
Um abraço.

© Piedade Araújo Sol disse...

tens talento para a narrativa...

beijos

;)

Ana Tapadas disse...

Belo texto que prenuncia a chegada da Primavera. Já andam por aí, sim.
Que bom!


Beijinho

poetaeusou . . . disse...

*
e a tua esplendorosa Prosa,
continua a encher-me de encanto !
,
um mar de silabas.
deixo
*

O Árabe disse...

Ora, ora... temos de volta o Tonecas. Só espero que não consiga voar... para o bem das andorinhas! :) Boa semana, amiga.

Nilson Barcelli disse...

Tadinhas das andorinhas. Pensei que os gatos não as comiam, já que são sagradas (ensinaram-me isso em pequeno... a rapaziada nunca atirava pedras às ditas...).
Mas deixou os ratinhos em paz...
Continua, estou a gostar.
Fá, minha querida amiga, tem uma boa semana.
Beijo.

Ailime disse...

Boa noite Fá, fico sempre maravilhada com as suas narrativas! E vamos lá a ver se o gato Tonecas deixa as andorinhas fazerem os seus ninhos! E os ratinhos conseguirão livrar-se das suas garras? ;)) Beijinhos, Fá, e continuação de boa semana. Ailime

ONG ALERTA disse...

Que o gato possa deixar construir....
Beijo Lisette.

. intemporal . disse...

.

.

. ainda a música . o tom e o dom . como pre.núncio de uma primavera . quase tardante .

.

. um beijo meu . sempre amigo .

.

.

Nilson Barcelli disse...

Não continuas...?
É pena...
Um beijo, querida amiga.

Fa menor disse...

É já de seguida, Nilson! :)

Bjs