quinta-feira

A Casa dos Ratos 1.1


Ficou quieto e mudo, pensando numa solução. Sabia que podia vir a ser uma estragação naquela casa se os deixasse ficar, mas não se atrevia a matá-los. E se os criasse como animais domésticos? Mas surgiram-lhe algumas dúvidas: seriam domesticáveis? E não seriam novos demais para os criar? E se os ratos forem portadores de doença logo que nascem? Será que haveria alguma vacina para eles? E que alimentação lhes havia de dar?…
Ainda olhou em redor à procura de algo para onde os deslocar, pois ali no trigo é que não os queria! Não vendo nada que jeito tivesse, acabou por levantar a aba da camisola, improvisando-a numa espécie de bolsa, onde os depositou, fechando-a depois, cuidadosamente, de encontro a si.
E rumou a casa. Chegado à cozinha entreabriu a aba da camisola para mostrar à mulher e à filha, ainda com caras de sono:
— Olhem o que eu encontrei! Quatro ratitos…
— Eh, estás doido ou quê?... chega isso para lá!...
— Tão lindinhos, pai, e tão pequenininhos, ainda são de mama.
— Arranjem-me uma caixa, ou algo para os deitar… um ninho fofinho…
— Não deves estar bom da cabeça, isso são animais cheios de doenças que se transmitem aos humanos – protestou a mulher contra aqueles hóspedes que não desejava ter em casa.
— Mas eu vou criar estes ratos como animais domésticos. Levo-os ao veterinário para ele me aconselhar… e vaciná-los.
— Eu acho melhor soltá-los lá fora…
— Isso é que não! Ainda podiam vir fazer muitos estragos.
— Então mata-os, ou dá-os ao gato.
— Estás louca?!
— Então está bem. Se quiseres apanhar uma doença, cria-os. Esta agora… criar ratos!... para quê? – resmungou a mulher virando-lhe as costas.
— Ó pai, acho que eles precisam de leitinho, vou embeber um algodão em leite para eles sugarem.
— Mas primeiro arranja-me lá uma coisa para os pôr…

16 comentários:

Luís Coelho disse...

Cada um tem a suas manias.
Criar ratos...ufa...
Tantas coisas boas para fazer e vai criar ratos...
Poderia também criar cobras para comerem os ratos...

poetaeusou . . . disse...

*
mergulho,
nos teus detalhes,
rabiscando a tua prosa !
,
gostei,
,
um mar de conchinhas,
ficam,
*

tulipa disse...

Tamanha doçura
encontro nesta bela história.

BELÍSSIMA a sua escrita!

comecei a ler
apareceu a música
e deixei-me levar
...
algumas lágrimas rolaram
também faz parte da Vida!

choro,
e sei porquê...

também lhe digo
convém saber o porquê
das nossas lágrimas,
senão nada tem sentido!

HOJE
aproveito a minha visita
para lhe dizer que...
há novidades no meu
MOMENTOS PERFEITOS
quero partilhar com todos
(os que estiverem interessados)
a minha AVENTURA!
...
Obrigada pela partilha.

..."Sonhos também podem
ser CRISTALINOS
não têm que
ser feitos só de
homens e mulheres,
chega-se a uma altura da vida
em que há muito mais
para viver
porque tudo que se viveu
antes
não deixou de ser maravilhoso,
mas há sempre sonhos novos,
sonhos que englobam toda a humanidade e toda a vida,
sem eles a existência
seria um tédio imenso..."

Beijos de carinho da
Tulipa (Ester)
4-Maio-2012

helia disse...

Ai , criar ratos não ! São uns animais que não me são nada simpáticos!
Mas o texto está muito bem escrito !

mfc disse...

Agradavelmente surpreendente...
Vou continuar à espera.
Beijos,

ONG ALERTA disse...

Cada um faz o que gosta, beijo Lisette.

O Árabe disse...

Gostaria que continuasses essa história, sabes? Quero ver no que vai dar essa criação de ratos. Boa semana, amiga!

Nilson Barcelli disse...

Que história mais louca.
Mas estou a gostar... continua...
Beijo, querida amiga.

Carla Fernanda disse...

Tudo é possível...por amor...
Beijos e boa noite!

Sonhadora disse...

Minha querida

Ratos não...não os odeio mas quero-os longe de mim, porque se eles chegam, eu pulo para cima de qualquer coisa.

Deixo um beijinho com carinho
Sonhadora

Evanir disse...

Mais do que ser ternura
É cativar corações e mentes.
Mais do que ser luz,
É colorir o universo de cores mil.
Mais do que ser ponte
É caminho seguro a seguir.
Acima do bem e do mal
Do que já houve
Do que há
E do que houver.
É fonte de esperança
É bênção insuperável
Entre os seres, inigualável,
De beleza extasiante
Dando-se por inteiro
Sem dia, hora, lugar
É bela, é forte
É fonte de amor
É mulher.
É mãe!
Um feliz e abençoado Dia das mães.
Tem um presente para você na postagem
ofereço com muito carinho.
Deus abençoe todas as mães do Mundo.
Evanir.

Rita Carrapato disse...

Estou a gostar e degustar a história. Para onde irá ela resvalar? Não sei. Fico à espera.

Beijinho

O Árabe disse...

E aí? Não me deixes em suspense, com os ratinhos! :) Boa semana, amiga.

mixtu disse...

os ratos...
nunca pensei em criá-los
só na minha cabeça...
jajaja
embebedar em algodão... ummmm
aguardo novidades...

abrazo serrano

Smareis disse...

Olá querida amiga,
Criar rato é terrivel, mais por amor existe cada coisa.
Passei pra te desejar um maravilhoso fim de semana cheio de muitas coisas especiais.
Beijos grande♥

Ailime disse...

Amiga Fá,
Voltei para continuar a ler a história dos ratos!
E até compreendo esse apego a esses seres que se bem tratados e “educados”, como são outros, logo ao nascer, por exemplo, não seriam também animais olhados e aceites de uma outra forma?
É que há para aí tantos ratos...bem mais nocivos:).
Um beijinho.
Ailime